3295-4004
famig@famig.edu.br

SEMANA DA CONSCIÊNCIA NEGRA

"Somos a mudança que buscamos" — Barack Obama

PaRA INSPIRAR!

Zumbi de Palmares, Elza Soares, Pelé, Gilberto Gil, Iza, Nelson Mandela, Martin Luther King, Oprah Winfrey, são alguns nomes de negros(as) conhecidos(as). Mas você sabia que tivemos um presidente negro, o Nilo Peçanha? E sabe quem foi a guerreira Dandara dos Palmares? A mãe do rock, Rosetta Tharpe? E a Mary Bowser, espiã da União na Guerra Civil dos Estados Unidos? Lembra-se do Rick Chesther e o seu vídeo sobre vender água? Muitas das personalidades negras e suas histórias estão sendo reconhecidas, conhecidas e contadas há pouco tempo. Venha conhecer mais sobre algumas das personalidades negras, e das suas histórias de luta e sucesso.

Abdias do Nascimento (1914-2011)
Foi ator, poeta, escritor, dramaturgo, artista plástico, professor universitário, político e ativista dos direitos civis e humanos das populações negras brasileiro. Abdias também foi responsável pela criação do Instituto de Pesquisas e Estudos Afro-Brasileiros (IPEAFRO), na PUC-SP, auxiliou a criar o Memorial Zumbi e também contribuiu para o Movimento Negro Unificado (MNU).



Adhemar Ferreira da Silva (1927 - 2001)
Um dos maiores nomes da história do esporte brasileiro, primeiro bicampeão olímpico do país. Conquistou as medalhas de ouro no salto triplo nos Jogos de Helsinque 1952 e de Melbourne 1956. Em 2012, foi imortalizado no Hall da Fama do Atletismo. Além de ter criado a "Volta Olímpica", quando ao final dos Jogos de 1952, no Estádio de Helsinque, ele pegou a bandeira do Brasil e deu uma volta inteira no estádio, acenando para o público.



Aleijadinho (1738 - 1814)
Filho de um português e uma africana e pelo fato de ser mestiço sofreu com o preconceito. Isso não o impediu de se expressar e deixar sua marca como artista ao esculpir, com requinte, imagens religiosas em pedra-sabão. Um de seus trabalhos mais conhecidos é o Adro dos Profetas, na Igreja de Bom Jesus de Matosinhos, em Congonhas, Minas Gerais. Se tornou um importante escultor, entalhador e arquiteto do Brasil colonial.



Aqualtune (c.1600-?)
Princesa e comandante militar, nasceu no Reino do Congo, e comandou um exército de 10 mil homens contra o Reino de Portugal defendendo seu território. Derrotada, foi vendida como escrava e levada para Alagoas. No engenho onde estava como escrava ficou sabendo da existência do Quilombo dos Palmares e fugiu para o local levando consigo vários companheiros. Ali teria três filhos que se destacariam na luta contra a escravidão: Ganga Zumba e Gana, líderes no Quilombo dos Palmares; e Sabina, a mãe de Zumbi. A causa da sua morte é incerta, mas seus feitos ajudaram a consolidar o Quilombo dos Palmares como refúgio dos escravos na colônia.



Carolina de Jesus (1914 - 1977)
Trabalhava como catadora até ser descoberta pelo jornalista Audálio Dantas e tornar-se uma das grandes revelações da literatura brasileira. Considerada uma das primeiras e mais importantes escritoras negras do país, tornou-se celebridade ao publicar o livro "Quarto de Despejo", no qual conta o seu cotidiano na favela de São Paulo em que criou os três filhos. A obra foi traduzida para 16 idiomas e publicada em mais de 40 países, virando rapidamente um best seller.



Conceição Evaristo (1946 - )
Nasceu numa favela em Belo Horizonte e conciliou os estudos com o trabalho até concluir o curso normal aos 25 anos. Mudou-se para o Rio de Janeiro, onde passou num concurso público para o magistério e estudou Letras na UFRJ. Estreou na literatura em 1990, com obras publicadas na série Cadernos Negros. Suas obras, em especial o romance Ponciá Vicêncio, abordam temas como a discriminação racial, de gênero e de classe. A obra foi traduzida para o idioma inglês e publicada nos Estados Unidos em 2007.



Dandara (?-1694)
Guerreira negra do período colonial do Brasil, foi uma das lideranças femininas negras que lutou contra o sistema escravocrata do século XVII. Os dados sobre a vida de Dandara são escassos e não há certeza se ela nasceu no Brasil ou na África. Sabe-se que ela foi a esposa de Zumbi e com ele teve três filhos, aprendeu a lutar capoeira, empunhar armas, caçar e plantar. Além disso, participou da resistência contra o governo português lutando ao lado das tropas que defendiam o Quilombo dos Palmares. Derrotado o exército do Quilombo dos Palmares, para não ser pega pelos soldados coloniais, Dandara preferiu suicidar-se, atirando-se num precipício, do que voltar a ser escrava.



Djamila Ribeiro (1980-)
É uma filósofa, feminista negra, escritora e acadêmica brasileira. É pesquisadora e mestra em Filosofia Política pela Universidade Federal de São Paulo. Tornou-se conhecida no país por seu ativismo na Internet, atualmente é colunista do jornal Folha de S. Paulo.



Elza Soares (1930 - )
Elza Gomes da Conceição é uma cantora e compositora brasileira. Declarada pelos fãs como patrimônio cultural brasileiro, o nome da cantora se tornou símbolo de resistência — afinal, isso foi o que ela mais fez em toda a sua trajetória: resistir. Lutou contra a fome, agressão e opressão para criar seus filhos e se tornar uma das cantoras mais consagradas.



Emicida (1985 -)
Cantor, compositor, produtor musical e desenhista. Seus versos são altamente politizados e são ecoados pelo país inteiro, além de ter uma marca de roupas própria que dá voz a periferia.



Gilberto Gil (1942 - )
Gilberto Passos Gil Moreira, conhecido como Gilberto Gil GCIH (Salvador, 26 de junho de 1942), é um cantor, compositor, multi-instrumentista, produtor musical e político brasileiro, conhecido por sua contribuição na música brasileira e por ser vencedor de prêmios Grammys Americano, Grammy Latino e galardoado pelo governo francês com a Ordem Nacional do Mérito (1997). Em 1999, foi nomeado "Artista pela Paz", pela UNESCO. Gil foi também embaixador da ONU para agricultura e alimentação e ministro da Cultura do Brasil (2003–2008). Em mais de cinquenta álbuns lançados, ele incorpora a gama eclética de suas influências, incluindo rock, gêneros tipicamente brasileiros, música africana, funk, música disco e reggae.



Iza (1990 - )
Isabela Cristina Correia de Lima Lima, mais conhecida pelo seu nome artístico Iza, é uma cantora, compositora, apresentadora, multi-instrumentista e publicitária brasileira. Em 2019 Iza estreou como jurada no The Voice Brasil e foi anunciada como rainha de bateria da Imperatriz Leopoldinense.



Joaquim Benedito Barbosa Gomes (1954 - )
De infância pobre em Minas ao comando do STF. Joaquim Barborsa é jurista e ex-magistrado brasileiro. Foi ministro do Supremo Tribunal Federal de 2003 até 2014, tendo sido presidente do tribunal de 2012 a 2014. Atualmente, é advogado. Formado em Direito pela Universidade de Brasília em 1979, especializou-se em Direito e Estado.



Joel Rufino dos Santos (1941 - 2015)
Historiador, professor e escritor brasileiro, é um dos nomes de referência sobre cultura africana no país.



Lélia Gonzalez (1935-1994)
Foi uma intelectual, política, professora e antropóloga brasileira. Nascida na cidade de Belo Horizonte, muda-se com toda família em 1942 para o Rio de Janeiro. Fez graduação em História e Filosofia, mestrado em Comunicação e doutora Antropologia Social. Foi uma das fundadoras do Movimento Negro Unificado (MNU), fundou o primeiro curso de Cultura Negra na Escola de Artes Visuais do Parque Lage (EAV), colocando no currículo aulas de danças afro-brasileiras. Lélia acreditava que a cultura deveria ser pensada de forma plural e usada como ferramenta de conscientização política. 



Lima Barreto (1881-1922)
Afonso Henriques de Lima Barreto, mais conhecido como Lima Barreto foi um jornalista e escritor brasileiro, que publicou romances, sátiras, contos, crônicas e uma vasta obra em periódicos, principalmente em revistas populares ilustradas e periódicos anarquistas do início do século XX. Mestiço fez questão de se manifestar e militar a respeito dos preconceitos sociais e raciais, dos quais ele mesmo era vítima.



Lisiane Lemos (1990 -)
Líder negra no mundo corporativo, é especialista em B2B (business-to-business), co-fundadora do Conselheira 101 e eleita uma das pessoas mais influentes pela Forbes Under 30.



Maria Firmina do Reis (1822-1917)
Nascida no Maranhão, Maria Firmina dos Reis pode ser considerada uma pioneira em vários campos. Foi a primeira mulher a passar para o concurso público como professora, a fundar uma escola mista e a escrever um romance "Úrsula". Publicou em 1871 a conto "A Escrava" e reuniu seus poemas na coletânea "Cantos à beira-mar". Maria Firmina foi completamente esquecida e silenciada da História do Brasil, mas pesquisas recentes tem trazido luz sobre sua obra e vida.



Milton Santos (1926 - 2001)
Milton Almeida dos Santos foi um geógrafo, escritor, cientista, jornalista, advogado e professor universitário brasileiro. Graduado em Direito, destacou-se por seus trabalhos em diversas áreas da geografia, em especial nos estudos de urbanização do Terceiro Mundo. O geógrafo conquistou o Prêmio Vautrin Lud, o Nobel de Geografia, em 1994. Foi o único brasileiro a obter esse feito e o primeiro fora do circuito anglo-saxão. Também levou o Prêmio Jabuti em 1997 pelo melhor livro de ciência humanas com "A Natureza do Espaço". Além de ter sido professor da USP, lecionou em outros países, como a França.



Nilo Peçanha (1867- 1924)
Nilo Peçanha é considerado o primeiro presidente afro-descendente do Brasil, assumindo o cargo após a morte de Afonso Pena, em 1909. É importante lembrar que, naquela época, os vice-presidentes também eram votados pelos eleitores, de forma independente. Apesar de seu governo ter durado somente um ano, durante seu mandato, Nilo Peçanha criou o Ministério da Agricultura, Comércio e Indústria, o Serviço de Proteção aos Índios (SPI, antecessor da Funai), e inaugurou a primeira escola de ensino técnico no Brasil. O político ainda foi governador do Rio de Janeiro em duas ocasiões, senador e ministro das Relações Exteriores.



Paulo Rogério Nunes (1981 - )
Publicitário, empreendedor, consultor em diversidade e cofundador do Instituto Mí­dia Étnica, do Portal Correio Nagô. É considerado um dos 100 afrodescendentes mais influentes do mundo pela organização global MIPAD, ligada à ONU. Foi um dos 11 escolhidos pelo ex-presidente Barack Obama para um encontro privado de lideranças, com o objetivo de discutir temas relevantes sobre o Brasil.



Pelé (1940 - )
Edson Arantes do Nascimento ONM ORB KBE, mais conhecido como Pelé, é um ex-futebolista brasileiro que atuava como atacante. Ele é amplamente considerado como um dos maiores atletas de todos os tempos.



Rick Chesther (1977 - )
O carioca Rick é sinonimo de superação. Vindo de uma situação difícil, o morador de morros cariocas trabalhou desde muito cedo. Foi pedreiro, auxiliar de serviços gerais e faxineiro. Em 2015 com uma situação financeira complicada, decidiu que precisava fazer algo. Viralizou nas redes com o vídeo ensinando como empreender e lucrar, vendendo água. Hoje é influencer digital, escritor e palestrou na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos.



Ruth de Souza (1921-2019)
Natural do Rio de Janeiro, se interessou pelo teatro e ingressou no Teatro Experimental do Negro, de Abdias de Nascimento. Através do crítico Paschoal Carlos Magno, consegue uma bolsa para estudar atuação nos Estados Unidos. Ruth de Souza foi a primeira atriz negra a atuar no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Igualmente, foi a primeira a atriz negra a receber uma indicação de melhor atriz com seu papel no filme "Sinhá Moça". Isto ocorreu no Festival de Internacional de Veneza, em 1954. Por isso, é chamada de primeira-dama negra da dramaturgia brasileira. Construiu uma exitosa carreira no teatro, cinema e televisão.



Sueli Carneiro (1950-)
É uma das principais pesquisadoras do feminismo negro no Brasil. Se formou no curso de filosofia da USP em 1970, sendo a única negra da turma. Em 1988, fundou o Geledés – Instituto da Mulher Negra, uma das maiores ONGs nacionais de combate ao racismo e sexismo. Sueli usou ativamente sua voz para que fossem adotadas as cotas raciais nas universidades e defendeu a criação da lei em audiência pública feita pelo Supremo Tribunal Federal (STF), em 2010.



Tereza de Benguela (?-1770)
Foi a rainha do Quilombo de Quariterê, no Mato Grosso. Após a morte do companheiro, liderou a luta do quilombo contra os soldados portugueses. Sua grande inovação foi a instituição de um Parlamento no quilombo onde se discutiam as normas que regulavam o funcionamento do lugar. Após ter tido seu exército derrotado, Tereza de Benguela foi morta no dia 25 de julho, data que atualmente se comemora o dia da mulher negra no Brasil, em sua homenagem.



Zumbi dos Palmares (1655-1695)
Líder do Quilombo de Palmares, foi o símbolo da resistência dos escravos que conseguiam fugir das fazendas de Alagoas e arredores. Zumbi já nasceu no Quilombo e, portanto, livre. No entanto, numa das incursões contra o quilombo foi vendido para um sacerdote e assim, estudou latim e português. Volta ao Quilombo e quem o liderava era Ganga Zumba. Nessa época, o lugar já tinha uma população de 30 mil pessoas e representava uma ameaça ao governo português. Liderando o Quilombo dos Palmares, seu exército foi derrotado, e Zumbi foi capturado e morto. Sua vida se tornou exemplo para o movimento negro atual.



Barack Obama (1961 - )
Barack Hussein Obama II é um advogado e político norte-americano que serviu como o 44.º presidente dos Estados Unidos de 2009 a 2017, sendo o primeiro afro-americano a ocupar o cargo.



Chimamanda Ngozi Adichie (1977 - )
Feminista e escritora nigeriana, é reconhecida como uma das mais importantes jovens autoras anglófonas de sucesso, atraindo uma nova geração de leitores de literatura africana. Nasceu na Nigéria e em 2003, completou seu mestrado em escrita criativa na Universidade Johns Hopkins de Baltimore (EUA), e em 2008, recebeu o certificado como mestre de artes em estudos africanos pela Universidade Yale (EUA).



Jeremiah G. Hamilton (1806 - 1875)
Foi um corretor de Wall Street conhecido como "o único negro milionário em Nova York". Hamilton era um agente financeiro astuto, acumulando uma fortuna de $ 2 milhões ($ 250 milhões em 2018 dólares) na época de sua morte em 1875. Embora tenha sido objeto de muita cobertura de jornal e sua vida forneça uma perspectiva única sobre raça na América do século 19 , Hamilton está virtualmente ausente da literatura histórica moderna.



Jimi Hendrix (1942 - 1970)
James Marshall "Jimi" Hendrix foi um guitarrista, cantor e compositor norte-americano. Em praticamente todas as listas já publicadas de melhores guitarristas da história, ocupa o primeiro lugar, e um dos mais influentes músicos de sua era, em diversos gêneros musicais.



Josephine Baker (1906 - 1975)
Josephine Baker, nome artístico de Freda Josephine McDonald, foi uma cantora e dançarina norte-americana, naturalizada francesa em 1937, e conhecida pelos apelidos de Vênus Negra, Pérola Negra e ainda a Deusa Crioula. Seu ativismo teve continuidade na luta contra a segregação racial, algo já experimentado em alguns episódios de racismo em apresentações nos EUA logo no início da carreira, foi espiã na Segunda Guerra Mundial e ajudou refugiados e revolucionários em sua casa. Da infância pobre ao estrelato, do glamour, luxo e extravagâncias como uma pantera de estimação de nome Chiquita. Do bebê natimorto, perdido em 1941 à família numerosa, da vida num castelo ao despejo e à falência. Esse percurso não seria possível, salvo sua persistência.



Kamala Harris (1964 - )
Filha de mãe indiana e pai jamaicano, a primeira vice-presidente negra tem uma história de pioneirismo na política. Ela foi a primeira negra procuradora na história do estado da Califórnia e a segunda mulher a ocupar uma cadeira no Senado nos Estados Unidos. A escolha de Harris deu força para a candidatura democrata, uma vez que, em meio aos protestos do Black Lives Matter, ela se tornou uma figura representativa. Kamala Devi Harris é vice-presidente eleita dos Estados Unidos, com posse prevista para 20 de janeiro de 2021.



Madam C.J. Walker (1867 - 1919)
Madam C. J. Walker foi uma empreendedora americana, filantropa e ativista política e social. Ela é registrada como a primeira mulher que se tornou milionária nos Estados Unidos no Guinness Book of World Records.



Mae Carol Jemison (1956 - )
Mae Carol Jemison é uma médica, engenheira e ex-astronauta estadunidense. Foi a primeira mulher negra a ir para o espaço, quando serviu como especialista de missão a bordo do ônibus espacial Endeavour.



Martin Luther King (1929 - 1968)
Martin Luther King Jr. foi um pastor batista e ativista político estadunidense que se tornou a figura mais proeminente e líder do movimento dos direitos civis nos Estados Unidos de 1955 até seu assassinato em 1968.



Mary Bowser (1840 - ?)
Durante toda sua vida, Mary Bowser havia sido escrava da poderosa família Van Lew em Richmond, Virgínia, até que a voluntariosa Srta. Bet, filha dos Van Lew, decide mandá-la para a Filadélfia para estudar. A vida no Norte traz para Mary novas amizades e a conduz ao coração do movimento abolicionista. Com o país na iminência da Guerra Civil, ela desafia as leis da Virgínia voltando para Richmond para cuidar do pai doente ― e lutar pela emancipação. Fingindo ser uma escrava na Casa Branca para espionar o presidente Jefferson Davis, Mary engana até mesmo aqueles mais próximos para ajudar o comando da União.



Mary Jackson (1921 - 2005)
Mary Winston Jackson foi uma matemática e primeira engenheira aeroespacial do National Advisory Committee for Aeronautics, que se tornou a atual NASA



Mauree Turner (1993 - )
Política americana e organizadora da comunidade foi eleita para a da Câmara dos Representantes de Oklahoma. Turner é a primeira pessoa legisladora estadual dos EUA publicamente não binária e a primeira membra muçulmana do Legislativo de Oklahoma, além de ser negra.



Michelle Obama (1964 - )
Michelle LaVaughn Robinson Obama é uma advogada e escritora norte-americana. É a esposa do 44.º presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e a 46.ª primeira-dama dos Estados Unidos, sendo a primeira afro-descendente a ocupar o posto. Michelle Obama nasceu e cresceu em Chicago.



Nelson Mandela (1918 - 2013)
Nelson Rolihlahla Mandela foi um advogado, líder rebelde e presidente da África do Sul de 1994 a 1999, considerado como o mais importante líder da África Negra, vencedor do Prêmio Nobel da Paz de 1993, e pai da moderna nação sul-africana, onde é normalmente referido como Madiba ou "Tata".



Oprah Winfrey (1954 - )
Oprah Winfrey é uma apresentadora, jornalista, atriz, psicóloga, empresária, repórter, produtora, editora e escritora norte-americana, vencedora de múltiplos prêmios Emmy por seu programa The Oprah Winfrey Show, o talk show com maior audiência da história da televisão norte-americana.



Rosa Parks (1913 - 2005)
Rosa Louise McCauley, mais conhecida por Rosa Parks, foi uma ativista negra norte-americana, símbolo do movimento dos direitos civis dos negros nos Estados Unidos.



Rosetta Tharpe (1915 - 1973)
Considerada como a mãe do rock, Rosetta Tharpe foi uma cantora, compositora e guitarrista de música gospel, teve grande popularidade na década de 1940, com uma mistura única de letras gospel e acompanhamento de início de blues e country music.



Viola Davis (1965 - )
Com uma infância abjeta e disfuncional, vivida na pobreza Davis conseguiu se formar no teatro em Rhode Island College em 1988, em 2002 ela recebeu um doutorado honorário em Belas Artes da faculdade. Enquanto era uma adolescente, seu talento foi reconhecido por Bernard Masterson quando, como diretor da Escola de Jovens para as Artes Performáticas em Rhode Island, ela recebeu uma bolsa de estudos para Davis nesse programa. Se tornou atriz e produtora norte-americana. Vencedora de um Óscar, um Emmy Award e dois Tony Awards, Davis é a primeira atriz negra a alcançar a Tríplice Coroa da Atuação. Foi considerada pela Time uma das 100 pessoas mais influentes do planeta em 2012 e em 2017.



Wangari Muta Maathai (1940 - 2011)
A ativista política lutou pelo meio ambiente no Quênia e fundou o movimento Cinturão Verde Pan-Africano, responsável por plantar mais de 30 milhões de árvores. Graças a sua luta, Wangari tornou-se a primeira africana a ganhar o Prêmio Nobel da Paz, em 2004.



São tantas histórias de um povo que venceu e vence a cada dia, que inspiraram e inspiram os demais. Agora, conte para nós no nosso Instagram, qual personalidade te inspira? Qual história de vida chamou a sua atenção? Qual personalidade não conhecia e gostou? Qual personalidade você lembra e não está na lista?